12 de jun de 2018

Minha Experiência com Peeling de Diamante


Olá pessoas, tudo bom com vocês?
Hoje estou aqui para contar a minha experiência com o Peeling de Diamante, que faz um mês que fiz e quis vir aqui pra contar um pouco pra vocês.

Tudo começou há mais ou menos uns 4 meses, quando comecei a perceber o quão insatisfeita era com a minha pele, meus poros são bem abertos, minha pele é cheia de cravos e espinhas na região do queixo, além disso tem muitas marquinhas de espinhas antigas e a textura dela não estava homogênea. Acabei consultando algumas gurias com peles das quais admirava, e todas elas falavam que faziam limpezas recorrentes e eram muito cuidadosas. Acabei optando por fazer uma limpeza de teste para ver como funcionava.

Na primeira vez amei e já curti o resultado. A moça me falou que deveria fazer a cada dois meses que melhoraria muito a situação do meu rosto.

Na segunda vez que fui fazer, fiz em outro lugar, para descobrir qual me dou melhor, já que ainda estou começando com esse negócio. Desta vez, ganhei um peeling de diamante gratuito, e gente, que doido que foi. Sempre achei que fosse um peeling químico, mas descobri que é físico, onde é usado equipamento próprio para esse fim, com uma ponteira que contém diamante, para promover uma microesfoliação da pele. Ela higienizou a pele, e aplicou a ponteira com movimentos em linha reta. Depois disso, fez a limpeza de pele e finalizou com uma máscara para acalmar, já que a pele tinha sido "lixada".

O objetivo desse procedimento é promover a remoção das células mortas que ficam na camada mais superficial da pele e a estimular a produção colágeno, podem até amenizar aquelas ruguinhas bem finas.

Após o peeling, fui pra casa e aí sim que o troço começou a ficar cabeludo. A pele ficou muuito sensível e vermelha, fiquei a base de bepantol o dia inteiro. No outro dia começou uma coceira fortíssima. Quem já usou Vitanol alguma vez na vida, a sensação é bem parecida.

No outro dia, comprei solução fisiológica que tem um poder de hidratação muito grande, o ph do soro é muito parecido com o do nosso organismo, e por isso, ele é absorvido pela pele facilmente, que fica mais macia e aveludada. E o melhor, é super baratinho, paguei 5 pilas por 500 ml.

Naquela semana fiquei a base de bepantol e soro, cuidando muuuito da pele e passando protetor e repassando a todo momento. Como minha pele estava muito sensível e machucada, ela precisava de cuidados extras, e foi o que eu fiz a todo momento.

Na segunda semana as coisas começaram a ficar melhores, a pele parou de ficar avermelhada, e parou de coçar.

Depois de todo pesadelo, a minha pele não é mais a mesma. Está aveludada, bonita e bem mais sequinha do que costumava ser, sim, ela é super oleosa e isso já diminuiu bastante. Acho que tinha muitas células que estavam bloqueando minha pele de poder respirar. Sem contar dos cravinhos que agora saem com a cabecinha muito mais a mostra, facilitando na hora de tirar.

O meu resultado está sendo maravilhoso e estou felizona com minha pele, foi gratificante passar por aquelas duas semanas e ver o quanto deu certo.

Querem ver umas fotinhos do processo?

Aqui foi no primeiro dia, com minha pele bezuntada de bepantol.



Já na semana seguinte minha pele estava assim



E agora na última semana ela está assim, linda <3


Ela ainda tem algumas manchinhas, mas mesmo assim estão bem mais amenas que antes. Agora vou marcar uma dermatologista e ver o que pode ser feito, talvez um peeling mais profundo seja a solução!

Eu fiz a limpeza de pele na Casa de Maria, e paguei 120 pilas. 

Casa de Maria
R. Vicente da Fontoura, 2120
Santa Cecilia, Porto Alegre - RS

Espero que tenham gostado do post, qualquer dúvida ou dica, comentem aqui embaixo que vou amar.
Beijos e uma boa semana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário aqui!

 
BELEZA INCONDICIONAL - COPYRIGHT © 2015 - DESENVOLVIMENTO E CODIFICAÇÃO POR: ROBERTA KRUTZMANN