30 de set de 2015

Hidratação Caseira com Maizena


Olá gente, tudo certo?
Um dia desses, descobri com uma amiga, que passar maizena nos cabelos podia deixá-los mais lisos, sedosos e com um super brilho.
Depois desse dia, fiquei procurando por algum site que tivesse uma receita bem boa e que eu gostasse. Acabei achando uma bem tri no blog Cacheia! e resolvi testar. A receita é super fácil, se tu tiver um pouco de paciência e amor pelos seus cabelos, será tudo lindo.



Ingredientes
  • 1 colher de sopa cheia de máscara de hidratação da sua preferência;
  • 1 1/2 xícara de água filtrada;
  • 2 colheres de sopa cheias de maisena;
  • 1 colher de sobremesa de açúcar (Muita atenção com o uso desse ingrediente, pois ele afina os fios);
  • 1 colher de sobremesa de glicerina líquida ou bepantol;
  • 1 ampola de vitamina E (opcional);
Como fazer
  • Lave bem os cabelos com o shampoo e tire o excesso de água com uma toalha, mas que o cabelo permaneça úmido, pois a misturinha precisa ser passada nos fios ainda úmidos.
  • Misture bem o amido de milho na água fria, e coloque essa mistura na panela, levando ao fogão em fogo baixo, mexendo sempre. Quanto mais baixo o fogo e quanto mais mexer, mais lisa é a textura. Quando engrossar e atingir a consistência de um mingau, desligue imediatamente.
  • Espere 5 minutos até que a mistura esfrie um pouco mas que ainda esteja quente. Acrescente o açúcar, a glicerina (ou o bepantol), a vitamina e a máscara de hidratação. Misture novamente.
  • Divida o cabelo ainda úmido em mechas e aplique a máscara caseira desde a raiz. Penteie essas mechas depois de aplicar, fazendo com que o produto vá da raiz até as pontas. Ah, abuse muito da máscara, aproveita que rende bastante e passa tudo que puder no cabelo.
  • Ao terminar de enluvar todos os fios com a máscara, envolva os cabelos com uma toalha úmida. Isso é dispensável só quando a umidade relativa do ar estiver superior a 70%. Então, por via das dúvidas é melhor colocar a toalha bem molhada em volta dos fios mesmo.
  • Deixe agir o produto no cabelo entre 30 minutos a 2 horas. Depois desse tempo, lave seu cabelo apenas com água. Sério, não vai ficar oleoso nem sujo. Se usar shampoo, toda a hidratação vai por água abaixo. Condicionador após o processo tá permitido SIM!

Enfim, a questão do tempo de ação dessa máscara no 'hair' é muito relativo. Depende do teu cabelo e o quais teus objetivos:
  • Se deseja pouca redução de volume, deixe em torno de meia hora. 
  • Agora se o objetivo é uma redução master, deixe em torno de 2 horas. A melhor coisa que vocês podem fazer são testes na juba, um dia deixem meia hora no outro uma, tentem avaliar qual foi o melhor resultado pro cabelo de vocês. Quanto mais tempo vocês deixarem o produto agir na cabeleira, mais liso ele vai ficar. Tomem cuidado com isso, pois dependendo do tempo ele vai alisar mas o aspecto do liso vai ser espigado, e pode não ficar legal.
Eu costumo deixar por uma hora e ele fica muito sedoso, a maizena pesa no cabelo, deixando o cacho muito mais definido e sem volume, além de ser natural e fazer muito bem pras madeixas da gente né.
Pode fazer quantas vezes quiser viu, eu por exemplo, faço 1 vez por semana. O efeito dele é gradativo, quanto mais vezes tu fizer, mais o volume vai diminuir, mais o cabelo vai alisar, e assim vai.

Espero que vocês tenham gostado desse post, que ficou gigantesco, mas queria muito contar pra vocês sobre esse achado. Se vocês fizerem em casa, me contem, quero muito saber a opinião de vocês.
Beijão e um bom restinho de semana.

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Oba, depois me conta como ficou teu cabelo com ela ^^
      Beijão volte sempre

      Excluir
  2. Oiee!
    Eu normalmente faço hidratação só com creme e bephantol, já tinha ouvido falar da maisena mas não sabia como proceder. Tenho tudo aqui em casa e vou salvar tua receitinha nos meus favoritos pra fazer, tenho certeza que meus cabelos vão adorar isso!

    Beijos!
    Blog Bianca Schultz

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui!

 
BELEZA INCONDICIONAL - COPYRIGHT © 2015 - DESENVOLVIMENTO E CODIFICAÇÃO POR: ROBERTA KRUTZMANN