31 de jan de 2013

A Sofia mais importante da minha vida



E assim, um dia ela nasceu! Fez a alegria como primeira neta da família Winter!
Sofia de Sabedoria, aquela que é sábia, 
e põe a prova que vezes essas coisas de significados de nomes podem fazer muito sentido.
Quando eu vim ao mundo, vi desde pequena uma menina de gênio forte(muito forte mesmo) e decidida do meu lado.
Convivendo com ela, a tornei uma das minhas maiores fontes de inspiração, querendo imitá-la em tudo, grande parte das vezes
a irritando por querer ser como ela. 

Somos uma família feliz, ríamos tanto juntos, e ainda rimos, mas não tão frequentemente como a gente fazia antigamente,
todo dia, toda hora da novela, toda vez irritando o Moita. 
Ninguém mandou um Lucas aparecer na tua vida e tu ir embora de casa. 
Tem vezes que fico triste, porque penso que finalmente crescemos, que já vivemos o que tinhamos que viver nós quatro juntos na mesma casinha, e que cada um tá tomando seu rumo. 
Mas sabe aquela sensação, que tu quer viver eternamente assim?
Eu queria nós quatro pra sempre, mesmo cada um com sua mania chata, mas queria. 
Sinto muito tua falta em casa, nosso momento de idiotice, eu dormindo no teu quarto por ter visto algo estranho, 
ou por uma simples barata no meu.
Mas as vezes a gente não percebe, e na verdade nem quer perceber que a irmã cresce, e não ta mais ali pra sempre te ouvir,
pra tu chorar no colo dela. Que as coisas mudam, e que aquela irmã pequena de cabelo papa-capim se tornou uma grande 
mulher, pequena ainda por fora, mas com tanto conteúdo por dentro que não se pode medir.
Bom, vim aqui nem sei porque, acho que na verdade eu to é meio de cara contigo e nunca consegui te dizer isso, por ter me deixado sozinha com esses dois pais loucos, sem ao menos me dar um aviso prévio, sem ao menos eu me preparar pra isso.
Mas queria te dizer finalmente que o teu dia chegou, aquele dia que mostra que tu sempre foi dona das tuas ideias,
e que ninguém vai te mudar isso (aliás tenho orgulho dessa tua caracteristica, muitas vezes queria ter pelo menos um 
pedacinho dessa coragem de mandar todo mundo pra aquele lugar, e não dar nem pelota pro que os outros pensam.).
Tu agora estás concluindo um dos teus maiores sonhos, de ser Psicopedagoga, e eu só tenho que te dizer que 
novamente estou orgulhosa de ti,  porque tenho certeza que vai exercer essa profissão do jeito mais incrível possível.
Tu concluiu uma das etapas mais importantes da tua vida, e agora vem a familia, sim, quero muito um sobrinho, agilize! (o Raul não conta, se não tu tem uma sobrinha também - Moli). Tá, to brincando, não agiliza viu, como a mãe disse que ela também queria um neto, mas não queríamos nos sendo mães pois somos muito novinhas, é o que vale pra mim também. 
Tenho orgulho de te ter como minha irmã mais velha, como minha fonte de inspiração, como mãe do Raul, como filha dos meus pais.
Nosso plano de irmos pra fazenda com as famílias, e montar a cavalo num domingo ensolorado ainda tá de pé né?


Um beijo da irmã sonhadora e imitona.
''Sofia, aquela que sabe o que quer da vida, e também como chegar lá...'' 

Escrevi esse texto escutando a música Sophia, coincidências da vida...















Pra quem não entendeu, amanhã Sofia se forma, da forma mais linda e maravilhosa possível, em Psicopedagogia. 
Eu, Natália Winter, senti uma forte vontade de expressar meus sentimentos de felicidade e de orgulho aqui.

Um beijo, Natália Winter




3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, esse é o texto mais lindo que já li, com toda certeza. Até me fez chorar, e tu sabe que não é qualquer coisa que me deixa assim.

    Isso prova que é possível alguma amizade verdadeira, ainda nesse mundo em que vivemos. E principalmente que irmãs podem ter uma!

    Talvez se eu não tivesse saído de casa quando a chance chegou, eu nunca teria saído. É muito difícil deixar para trás tudo de tão lindo e tão perfeito que sempre vivemos a cada dia que íamos caminhar na avenida juntas para fofocar, cada malhação que assistíamos juntas, cada episódio do Chaves e do Eu, a patroa e as crianças, em que ríamos toda vez das mesmas babaquices.
    Quando brigávamos e logo logo já estávamos nos falando, porque não aguentávamos estar juntas sem nos falar.
    Deve ser algo muito além de "ser irmãs", já que a maioria que eu conheço não é assim.
    Com certeza vamos morar uma do lado da outra, pq precisamos estar juntas, não importa aonde. Para quando chegarmos em casa podermos ir correndo contar uma para outra as coisas que compramos, correr para comer sucrilhos fruitloops juntas, pedir roupas e sapatos emprestados, poder contar e desabafar todo o trabalho que os filhos nos dão.
    Morar perto seria a coisa mais perfeita que poderia existir, pq se fosse possível estaria condenada a viver nos fundos de casa para nunca ter que me separar de nenhum de vocês.
    De certa forma, não queria que a vida seguisse tão rápido, e ver que ao piscar os olhos eu já virei uma mulher, mesmo tendo vontades de menina.
    Com certeza nossos laços são maior do que qualquer coisa, mais do que nossas crenças podem explicar, e por isso que eu sei que nada acaba aqui. A despedida e saída de casa não é o fim, mas sim o começo de uma nova fase que será tão linda como nossa infância foi.
    Te amo irmãzinha e sempre estaremos juntas, é só dá um grito que eu apareço pra te salvar =p

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário aqui!

 
BELEZA INCONDICIONAL - COPYRIGHT © 2015 - DESENVOLVIMENTO E CODIFICAÇÃO POR: ROBERTA KRUTZMANN